O Retorno Do Diversão Offline.

Neste último fim de semana, dias 18 e 19/07, aconteceu no PRO MAGNO Centro de Eventos, em São Paulo, a edição 2022 do Diversão Offline, o maior evento de jogos de mesa da América Latina. As edições 2020 e 2021 haviam sido adiadas por conta da pandemia da Covid-19, então a expectativa de todos era muito grande com esse retorno, e ele não decepcionou.

O novo local escolhido para o evento foi perfeito. Espaçoso e bonito, dando a sensação de liberdade para andar sem ter que ficar esbarrando em ninguém como acontecia nas outras edições. Os stands das editoras ficaram melhores distribuídos e as mesas de jogos em espaços que não incomodavam ninguém. Mesmo com o local lotado a sensação de todos era que transitar pelo evento estava muito melhor e confortável este ano.

Muita coisa boa foi apresentada em primeira mão no evento, como lançamentos de jogos novos, jogos que estão para entrar no mercado, com a licença comprada esperando apenas tradução, e muito protótipos. Eu tive a oportunidade de jogar dois que eu gostei muito, o Micelanious e o Cinerama, o qual o autor fez um post após o evento dizendo que eu fiz a maior pontuação entre todos que passaram os dois dias experimentando seu jogo. Uau!

Entre os lançamentos Stragonov da Grok Games, Catapult Feud, da Conclave, Ankh, da Galápagos, Sushi Rush da TGM, Cangaço e Arraial da Buró, eram os que realmente chamavam atenção nas mesas de jogo. A equipe da Pais e Filhos, a maior fabricante de brinquedos do Brasil, esteve presente com vários jogos de tabuleiro modernos, alguns com uma pegada bem RPG, como Piratas do Firmamentum e Guerra Sobrenatural, com muito componentes, tabuleiros gigantes e um visual bem legal e exótico, que chamou muita atenção também. Outro jogo que chamou a atenção foi Porradaria Card Game, do Estação Q, um jogo que procura capturar os elementos dos jogos do tipo arcade dos anos 1980/1990, como Street Fighter e Mortal Kombat.

Na área de RPG especificamente os stands da New Order, Retropunk, Coisinha Verde e Galápagos mostratam muito dos jogos que já tinham no seu catálago e outros que estavam sendo colocados a venda no evento. O catálago de livros da New Order para quem curte Chamado de Cthulhu era algo especial, com praticamente tudo que foi lançado em português, além de Epifania – Deuses Entre Nós, um RPG sem uso de dados de autoria do amigo Marcelo Telles da Rede RPG. Na Buró o destaque estáva para Cultos Inomináveis. A Retropunk trouxe uma caixa de colecionador de City of Mist que deixou muito adulto chorando feito criança querendo ela, além de muito material de Savage Worlds e Castelo Falkenstein. A Coisinha Verde trouxe Infernum, um jogo com visual bem bacana e temática apocaliptica. Foi muito bacana ver em primeira mão O Cordel do Reino Encantado, vencedor de dois Goblins de Ouro, e Lições, jogo de Jorge Valpaços que também levou um Goblin de Ouro pelo conjunto de sua obra. Na área de protótipos As Chaves da Torre, de Arthur e Ramón fez muito sucesso.

Mas o bacana mesmo nesses eventos é poder encontrar os amigos de outros blogs e canais, além dos nossos seguidores e leitores. Encontrar essa galera e trocar ideias no evento é o que faz ele de especial, principalmente das pessoas que nos seguem porque aí temos a noção se estamos acertando no conteúdo e na linguagem que usamos para nos conectar com tanta gente.

Queria deixar um abraço mais que especial para a o pessoal da New Order, nas figuras do Anésio e Manjuba, da Retropunk com o Fernando e o Guilherme, a Laís e o Kléber da Conclave, o Leonardo da Pais e Filhos, o Roj Ventura do Observadores, o casal de amigos Bianca e Moisés, autores do Hokusai, Sanderson Virgolino, autor do espetacular Cangaço, Jonata Sodré, narrador que estava dando um show no evento, Luciano Guihel, do Mundo Tentacular, Fabrício, parceiro do After Match, o amigo Jorge Valpaços, uma mente brilhante no meio do RPG, o Ron Halliday que eu tive a oportunidade de rever depois de termos feito a Copa do Mundo de Revanche em 2018, a qual vamos repetir este ano, e tanta gente bacana que não cabe aqui no artigo e vou cometer a indelicadeza de não conseguir citar todos.

Quero agradecer também o convite que Brena Lacerda, assessora de imprensa do evento, me fez para participar do DOFF fazendo a cobertura como imprensa. Toda a equipe foi muito atenciosa em especial a Jessica Lassance, que eu tive a felicidade de conhecer e fazer amizade.

O sentimento que fica ao final do evento é de gratidão por ter participado do Diversão Offline 2022 e de expectiva com a edição 2023, que espero seja de três dias, porque dois dias parece pouco e passa rápido. Eu não vou colocar muitas fotos aqui, porque vcs irão encontrar todas elas além de vídeos ao vivo que fiz no evento em meu perfil no Instragam, então segue lá o https://www.instagram.com/velhinhodorpg  e veja tudo o que rolou no evento e muito mais que eu tenha esquecido de citar por aqui. Um grande abraço.

Me sigam nas redes sociais.

Facebook: https://www.facebook.com/velhinhodorpg

Instagramhttps://www.instagram.com/velhinhodorpg

2 pensamentos sobre “O Retorno Do Diversão Offline.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s