Colonizando O Espaço Em Terraforming Mars.

terraforming20mars

Por Rudson Alves, do site Boards4U.

“A Terra está superpovoada, e os recursos diminuindo. Nós agora temos iniciar nossa expansão até o espaço, precisamos transformar Marte em um planeta habitável”. Com esta temática Sci-fi, Terraforming Mars te transporta para um fascinante desafio, terraformar o nosso planeta vizinho, Marte. O jogo é envolvente e o tema está muito bem representado, garantindo uma imersão envolvente no processo de transformação de Marte. Uma pitada de ciência aqui, um pouco extrapolado ali e, porque não, uma fantasiada tecnológica e pronto, estamos envolvidos no processo de terraformação.

Terraforming Mars é um jogo do designer Jacob Fryxelius, com arte de Isaac Fryxelius , publicado em 2016 pela FryxGames, uma pequena empresa familiar fundada em 2011 na Suécia, com intuito de publicar seus próprios jogos, como cita em seu site: “FryxGames is a family business that publishes boardgames and card games developed by different members of our really big family”.

O Jogo foi lançado no Brasil pela editora Meeple BR em 2017 e rapidamente subiu no ranking da Ludopedia para a 5ª posição e a 4ª na BoardGameGeek, última checagem em 30 julho de 2018. É um jogo com as mecânicas de Gestão de MãoJogadores com diferentes HabilidadesSeleção de Cartas e Controle/Influência de Área. Sua complexidade é de 3,25/5 na BoardGameGeek, a qual acrescentaria algumas ressalvas.

Terraforming Mars - Review - versão digital
Fig 01: Versão digital do jogo com Enoch Fryxelius no Skype à direita. Site da FryxGames.

O jogo em si possui uma dinâmica bem simples com 4 fases, sendo as duas primeiras e a última rápidas e invariáveis, e uma Fase de Ação um pouco mais elaborada conforme o jogo se desenvolve. Embora a Fase de Ação possa ficar bem elaborada ao longo do jogo, as ações em si são bem intuitivas e a iconografia do jogo é muito funcional. A maior dificuldade, a meu ver, está na grande quantidade de produções e bônus a administrar, não sendo pouco comum esquecer de algum ao longo da partida. Como o próprio manual recomenda: “Às vezes é difícil monitorar sozinho tantos efeitos. Jogadores, por favor, ajudem uns aos outros.”, Manual página 12, seção Sugestões.

O jogo é muito cativante, eu mesmo não consegui removê-lo da mesa antes de jogar 9 partidas completas, sendo as seis primeiras no Modo Solo. Aconselho muito as partidas solo para compreender a dinâmica do jogo e conhecer um pouco as muitas cartas de projetos. Para início, não se preocupe com os Marcos e os Prêmios, concentre-se mais nos seus bônus das corporações e nas cartas de projetos para melhor desenvolver a terraformação de Marte.

Para a terraformação do Planeta Vermelho, o jogo trabalha com apenas três Parâmetros Globais:

  1. Temperatura – que indica a temperatura média no equador, iniciando em -30ºC e indo até 8ºC;
  2. Oxigênio – que corresponde a concentração de oxigênio na atmosfera terrestre, 14%, a altitudes de 3,6km;
  3. Nível de Oceanos – representado por 9 tiles do oceano que que permitem um clima semelhante ao da Terra.

O objetivo dos jogadores é concluir os três Parâmetros Globais. O jogo termina ao final da era em que os três Parâmetros Globais forem concluídos: temperatura média do planeta atingir +8ºC, densidade de oxigênio alcançar 14% e os 9 tiles de oceano estiverem alocados no tabuleiro. Ganha a partida o jogador com o maior Índice de Terraformação (IT).

Embora não exista uma preocupação declarada dos autores na precisão científica do jogo, alguma correlação foi pensada, como o nível bônus ao atingir 8% na concentração de oxigênio, gerando um aumento na temperatura criado pelo efeito estufa, além do aumento no nível de oceanos ao atingir a temperatura de 0ºC, representando o derretimento da água congelada no solo. Houve ainda um cuidado na representação da superfície de Marte, mostrando com bastantes detalhes a região de Tharsis, o Valles Marineris e 3 (dos seus 4) vulcões, local de pouso da sonda Viking, além da reservar as regiões de mais baixa elevação para os tiles de oceano.

Neste texto, irei focar mais na versão estendida do jogo, intitulado Era das Corporações, deixando as demais modalidades para uma breve descrição ao final. Embora seja a versão estendida, as cartas da Era das Corporações deixam o jogo mais dinâmico e rico, pois os projetos fortalecem as corporações, fornecendo mais opções estratégicas para desenvolver o jogo.

Preparação e Algumas Apresentações

Com o tabuleiro ao centro da mesa, posicione os três marcadores brancos:

  • o primeiro no início da trilha do Índice de Terraformação, Fig 02 – (1), indicando a primeira era. Este será o marcador de eras;
  • o segundo no início da trilha de Oxigênio, 0%, Fig 02 – (2);
  • o terceiro no início da trilha de Temperatura, -30ºC, Fig 02 – (3).

Em seguida coloque os 9 tiles de oceano no espaço reservado no tabuleiro, Fig 02 – (4), e os marcadores de IT dos jogadores na casa 20, Fig 02 – (5).

Terraform Mars - Tabuleiro
Fig 02: Start da uma partida com dois jogadores
Terraforming Mars - Review - marcadores de recursos
Fig 03: Marcadores de quantidade de recursos (1 a 3), tiles de cidade (4) e tiles especiais (5)

Por conveniência, separe ao lado do tabuleiro os cubos marcadores de recursos por tipo: cobre Fig 03 – (1), prata Fig 03 – (2) e dourado Fig 03 – (3). Estes são marcadores de quantidade e podem ser usados para representar a quantidade de qualquer recurso no jogo, sendo o cubo de cobre igual a 1 unidade, o de prata 5 unidades e o dourado 10 unidades.

Separe também os tiles de cidade/vegetação Fig 03 – (4) e os tiles especiais Fig 03 – (5), em pilhas separadas. Por fim, embaralhe e faça um deck com as Cartas de Projeto para serem compradas ao longo do jogo, também ao lado do tabuleiro.

Tabuleiro de Jogador

Em seguida, cada jogador pega um Tabuleiro de Jogador e os marcadores de jogador de sua escolha, colocando-os a seu alcance. Ainda no tabuleiro central, cada jogador posiciona um marcador de sua cor, na posição 20 da trilha do Índice de Terraformação (IT), Fig. 02 – (5). Este será seu IT inicial bem como a quantidade de Mega Créditos iniciais a serem gerados nas próximas gerações.

Terraform Mars - Tabuleiro do jogador
Fig 04: Tabuleiro do Jogador.

O Tabuleiro de Jogador está dividido em seis regiões, sendo elas:

  1. Mega Créditos (M$) – o capital do jogo, Fig. 04 – (1);
  2. Aço – pode ser usado na execução de projetos do tipo construção, Fig. 04 – (2);
  3. Titânio – pode ser usado na execução de projetos do tipo espacial, Fig. 04 – (3);
  4. Vegetação – recursos geralmente usados na construção de tiles de vegetação, Fig. 04 – (4);
  5. Energia – pode ser usado em algumas cartas de projetos como recurso, ou pode ser convertido em calor ao final de uma geração, Fig. 04 – (5);
  6. Calor – geralmente utilizado no aquecimento de Marte, Fig. 04 – (6).

A parte superior e inferior do tabuleiro do Jogador, Fig. 04 – Áreas para marcadores da quantidade de recursos, é empregado para armazenar os recursos adquiridos durante a partida, enquanto que a área central é usado como marcador de produção do recurso, Fig. 04 – Áreas para os marcar a Produção dos Recursos.

Observe que apenas os Mega Créditos podem ficar negativos, em até 5M$. Não existe um limite da quantidade de recursos a ser produzido por geração e, para estender a marcação dos recursos, o Terraforming Mars emprega uma tática bem simples, apenas acumulando cubos sobre a trilha de produção. Assim, para produzir 15 de Aço, coloque um marcador no 10 de Aço e outro em 5, e para produzir 23 de energia basta por dois marcadores empilhados sobre o 10 de Energia e um no 3 de Energia.

Cada jogador, ainda, coloca um marcador de jogador no início das diferentes trilhas, posição 0, de produção de todos os seus seis recursos. Este valor ainda pode ser alterado dependendo da Carta de Corporação escolhida, adiante.

Cartas de Corporação e Projetos

Terraform Mars - Carta de Corporação
Fig. 05: Carta de Corporação

Na sequência, os jogadores pegam, aleatoriamente, duas Cartas de Corporação e escolhem uma para ser a sua, colocando as demais de volta na caixa. A Carta de Corporação vem com o ícone da categoria a que pertence na parte superior direita, Fig. 05 – (1). Ao centro, esquerdo, vem trazem as condições iniciais da corporação como os Mega Créditos iniciais e, eventualmente, algum bônus inicial de produção e produtos, Fig. 05 – (2). O quadro à direita, Fig. 05 – (3) traz efeitos e ações especiais da corporação com algum texto explicando. Na parte inferior da carta é apresentado uma descrição da corporação.

As imagens na Fig. 06 trazem o setup dos tabuleiros de jogador para as duas companhias: Mining Guild e Thorgate.

Terraform Mars - Corporações
Fig. 06: Setup das Corporações Mining Guild e Thorgate

A corporação Thorgate inicia com 1 de produção de Energia e 48 M$. Seu efeito especial lhe concede um desconto de 3 M$ ao jogar uma carta com o ícone energia, ou ao executar o projeto padrão Usina Elétrica. Já a corporação Mining Guild inicia com 1 de produção de Aço, além de uma reserva inicial de 5 de Aço, e 30 M$. Seu efeito especial lhe permite aumentar a sua produção de Aço sempre que sempre que baixar no mapa um tile (seja de floresta, oceano, cidade ou especial) sobre um recursos de Aço ou Titânio.

Cada jogador, ainda, recebe 10 Cartas de Projeto. Os jogadores podem escolher comprar quantas dessas 10 cartas quiser para compor sua mão inicial, pagando 3M$ por cada. Agora os jogadores examinam suas opções de mão inicial e corporação.

Início do jogo e Gerações

O jogo possui 4 fases em cada geração:

  • Fase de ordem dos jogadores;

  • Fase de Pesquisa;

  • Fase de Ação;

  • Fase de Produção.

Fase de ordem dos jogadores se limita em o jogador que era o 1° na rodada anterior passar o token de 1° jogador para o jogador à sua esquerda e subir em uma casa o marcador de geração.

Na Fase de Pesquisa, cada jogador compra 4 cartas e escolhe quais quer manter em sua mão, pagando 3 M$ por carta que comprar. Para diminuir a sorte envolvida no saque de cartas, recomenda-se fazer um draft (escolher uma carta dentre as 4 e passar as demais para o jogador à esquerda, até que todos tenham 4 cartas na mão e, só após isso, escolher qual(is) das 4 deve comprar). As cartas que não forem compradas devem ser descartadas viradas para baixo na pilha de descarte.

Na Fase de ação, os jogadores escolhem fazer 1 ou 2 ações das seguintes por turno, ou passam:

  • Jogar uma carta da sua mão: O jogador pode abaixar uma das cartas que possui em sua mão, observando sempre se ele ou o jogo possui os pré-requisitos necessários para jogá-la (1), pagando os devidos custos (2) e observando o ícone de categoria (3), a disposição apropriada para a carta de acordo com a cor (verde, azul ou vermelha) e executando a sua ação (4).

         Fig. 07: Exemplo de carta de projeto
  • Fig. 08: Projetos-padrão

    Executar um projeto-padrão: Os projetos-padrão são os impressos na lateral do tabuleiro e estão sempre disponíveis para serem usados, pagados os devidos custos. O jogador pode (a) descartar qualquer número de cartas em sua mão para ganhar o mesmo número de M$, (b) aumentar em 1 sua produção de energia por 11 M$, (c) aumentar em um nível a temperatura por 14 M$, (d) colocar um tile de oceano no tabuleiro por 18 M$, (e) colocar um tile de vegetação no tabuleiro por 23 M$ e (f) colocar um tile de cidade no tabuleiro por 25 M$;

  • Reivindicar um marco: A parte inferior do tabuleiro apresenta 5 Marcos diferentes, sendo que a cada partida apenas 3 poderão ser reivindicados, pagando 8 M$ por reivindicação. Os Marcos são: (a) Terraformador (ter um IT de no mínimo 35), (b) Prefeito (ter pelo menos 3 cidades), (c) Jardineiro (ter pelo menos 3 tiles de vegetação), (d) Construtor (ter ao menos 8 símbolos de construção nas cartas em jogo) e (e) Planejador (ter pelo menos 16 cartas na mão quando reivindicar este marco). Quem possuir Marcos garante mais 5 IT por cada no fim do jogo;

Fig. 09: Marcos
  • Financiar um prêmio:

    Fig. 10: Prêmios

    Também na parte inferior do tabuleiro, há 5 prêmios que podem ser financiados durante o jogo. Mas atenção: não necessariamente quem financia o prêmio garante os pontos que ele confere, então fica aqui a dica de só financiar os prêmios mais perto do final do jogo para não dar ponto de graça para outro jogador. Os prêmios são: (a) Proprietário (deve possuir o maior número de tiles em jogo), (b) Banqueiro (deve ter a mais alta produção de M$), (c) Cientista (deve ter o maior número de ícones de ciência em jogo), (d) Termalista (deve ter o maior número de cubos do recurso calor) e (f) Minerador (deve ter o maior número de cubos de recurso em aço e titânio).

  • Realizar uma ação de uma carta azul: Muitas cartas azuis possuem ações indicadas por uma seta vermelha. Cada carta de ação desse tipo pode ser usada uma vez por geração, pagando os devidos custos que a carta exige e ganhando aquilo para o qual a seta aponta, devendo ainda colocar um cubinho da cor escolhida para indicar que foi feita uma ação usando aquela carta;

  • Converter 8 recursos de planta em um tile de vegetação;

  • Converter 8 de calor em um aumento de temperatura.

A rodada (geração) só tem fim quando todos os jogadores passam – enquanto o jogador quiser/puder fazer novas ações, ele terá novos turnos naquela geração.

Na Fase de Produção, os jogadores convertem toda a energia gerada na rodada em calor, recebem os recursos produzidos naquela rodada e recebem M$ equivalentes ao IT mais a produção designada no seu tabuleiro individual, que pode inclusive ser negativa. Além disso, os marcadores das cartas de ação são removidos, ficando livres para novas ações na próxima geração.

OBS: Na primeira rodada/geração, a Fase de ordem de jogadores e a Fase de pesquisa NÃO são feitas.

Fim do Jogo

O jogo termina ao fim da geração atual, como dito anteriormente, quando todos os Parâmetros Globais atingem a meta (+8ºC de temperatura, 14% de oxigênio e 9 tiles de oceanos alocados).

Após a última Fase de Produção, os jogadores tem uma última chance de converter plantas em tiles e vegetação e, assim, o jogo segue para a contagem de pontos final, considerando o seguinte:

  • IT;
  • Marcos: 5 pontos por cada Marco;
  • Prêmios: 5 pontos para o vencedor de cada Prêmio, 2 pontos para o 2º colocado (não se conta este em jogos para 2 jogadores);
  • Pontos por tiles no tabuleiro: 1 ponto para cada tile de vegetação e 1 ponto para cada tile de vegetação adjacente a uma cidade sua;
  • Pontos nas cartas jogadas.

O jogador com maior quantidade de pontos vence a partida.

Considerações finais

Terraforming Mars é um jogo estratégico muito rico. Apesar de as regras parecerem extensas e existirem muitos tipos de ações possíveis, este é um jogo que flui muito bem, com cartas fáceis de serem entendidas e, com o uso do draft de cartas na Fase de Pesquisa e com a competição pelos Marcos e Prêmios, a interação entre os jogadores aumenta.

Aqui foi explicada a modalidade “Era das Corporações”, mas o jogo ainda possui duas outras variações: Uma mais simples, onde se retira todas as cartas da Era das Corporações, que possuem ícone vermelho e branco no canto inferior esquerdo; e uma Variante Solo, onde se joga a Era das Corporações, devendo completar todos os Índices Globais antes de acabar a 14ª geração, iniciando o IT em 14, no lugar de 20.

Um jogo sofisticado, porém de fácil aprendizagem, muito intuitivo e viciante. Gostamos muito por aqui!

Adquira o seu agora visitando o site da Boards4U, clicando na imagem abaixo, e comece você também a terraformar Marte!

37718562_1761394523958375_4219263644094955520_n

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s