Horror Cyberpunk No Japão Futurista: Conheça Kuro.

kuro (1)

Enquanto somos crianças, falamos como crianças, pensamos como crianças e conversamos como crianças. Mas, ao nos tornamos adultos, devemos matar nossa criança interior”.

 Mamoru Oshii, Ghost in the Shell.

A Editora New Order anunciou que começou a pré-venda de Kuro, RPG publicado pela Cubicle 7 que tem como tema horror-cyberpunk em um Japão futurista. Para que você possa entender a premissa do cenário leia abaixo um texto publicado pela editora na página oficial do jogo:

Em 2048 algo sombrio retornou ao Japão. Um esforço internacional criou um bloqueio naval ao redor do país para conter a ameaça e agora nada entra ou sai da ilha. Seu personagem é prisioneiro e sobrevivente deste cenário de horror japonês com um toque de cyberpunk com implantes e bioware. Novas religiões surgem para aplacar os anseios da população como uma mistura de tecnologia e xintoísmo chamado de Occultech.

O livro descreve Shin-Edo, a nova Tóquio, como uma cidade avançada onde as pessoas comuns tem amplo acesso a tecnologia de ponta como androides de companhia. Shin-Edo é descrita em detalhes assim como sua sociedade, infra estrutura, distritos, etc e também detalhes da cultura japonesa como a complexa etiqueta oriental.

kuro1

Kuro, horror-cyberpunk.

O motivo desse embargo? Eu conto pra vocês em primeira mão: Devido a um grande terremoto que atingiu a Ásia, e a uma tensão internacional bélica entre os países mais poderosos da região, a Federação Pan-asiática (China e ambos as Coreias) pensou que estava sob ataque nuclear e disparou dois mísseis de volta para seus prováveis inimigos: Índia e Japão. Nenhum míssil atingiu seu alvo: o primeiro, visando a Índia, avariou e explodiu sobre a Coreia do Norte matando milhares de pessoas. O segundo quase atingiu o Japão, mas no último minuto ele desapareceu em um flash de luz.

O Japão está atualmente sob embargo internacional porque o mundo acredita que o país está trabalhando com tecnologias secretas anti-mísseis. Na verdade ninguém sabe o que aconteceu. Há aqueles no Japão inclusive que acreditam que o míssil realmente atingiu a ilha e que todos eles estão agora na terra dos mortos.

Sabe aqueles filmes de horror japonês típicos, como O Grito e O Chamado? Então, misture isso com um cenário cyberpunk e você tem a receita de Kuro. Ele possui uma grande gama de referências sobre o horror japonês e como adicionar o suspense nas aventuras. Ele explora também elementos da religião xintoísta aliado aos elementos típicos de obras cyberpunks, mesclando muito bem ciência e religião. Não será surpresa se seu personagem encontrar com um androide que se faz passar por ser humano, como em Blade Runner, já que a tecnologia está muito avançada no Japão. Além disso todo panteão de espíritos e demônios japoneses podem ser encontrados aqui também. Aliás os espíritos são parte importante do cenário e um dos motivos pelo embargo imposto ao país. Os personagens terão acesso, como todo cidadão japonês, a tecnologia farta, implantes cibernéticos, além de carregarem uma mutação genética. Cada jogador terá um marcador apontando que possui uma mutação, mas o que ela faz ou o que ele impele o jogador a fazer vai ficar como surpresa pra quando você comprar Kuro.

kuro dice

Os dados personalizados de Kuro.

O livro trás regras próprias para o cenário, que são fáceis de aprender e de ensinar, com um detalhe curioso: os testes são resolvidos com o rolamento de uma “pilha” de dados de seis lados, iguais ao número que o personagem tem em uma característica (como força, reflexo, etc), comparando o total a um número-alvo baseado na dificuldade da tarefa, sendo que todo resultado 6 permite que você role novamente os dados somando o novo resultado ao resultado prévio, assim como acontece com a “explosão de 10” nos cenários do Mundo das Trevas (Vampiro, Mago, Lobisomem, etc.), mas todo 4 é descartado, porque 4 (shi) em japonês também significa morte!

O sistema de combate também é simples e mortal, com a diferença no resultado do rolamento dos dados na qual um personagem bate o seu adversário sendo adicionado ao dano base para cada tipo de arma. O dano produzido reduz o total de pontos de vida da vítima, e se um personagem toma muito dano em um único golpe, ele sofre uma “ferida” que penalizará suas futuras paradas de dados.

kuro-spirit

Os espíritos japoneses.

Não sabemos ainda quantas páginas o livro terá em sua versão em português, mas o original possui 208 páginas com interior preto e branco e capa dura. A editora prometeu, formato A4 (21×29,7), capa dura, papel couche 90Gr, em torno de 204 páginas (pode mudar com a tradução), parcialmente colorido.

Você poderá adquirir seu exemplar até o dia 30 de junho diretamente no site da editora e terá a opção de escolher a modalidade que melhor cabe no seu bolso. Livro físico por R$115,00 ou livro físico mais dice bag + mapa de pano + kit de dados por R$230,00, ou a caixa personalizada por R$390,00, ficando a seu critério. Mas não deixe de comprar, ou espíritos japoneses poderão te fazer uma visita durante a noite e sabe lá o que poderá acontecer com você sete dias depois. Não diga que não avisei.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s