Os Novos Títulos Da Vertigo Que Chegaram Ao Mercado.

Nerd-turbo-vertigo

Já faz um tempinho que a DC Comics anunciou, durante a Comic-Con 2015 realizada nos EUA no meio do ano, que iria lançar 12 novos títulos para sua linha de HQs adultas da linha Vertigo. Esse lançamento ocorreria, segundo a editora, em 12 semanas consecutivas, começando em outubro e terminando em dezembro. Alguns desses novos títulos já foram lançados, enquanto no próximo mês teremos o lançamento dos títulos que faltam. Vamos dar uma olhada e conhecer um pouco sobre as novas histórias que estão chegando.

Em outubro chegaram:

  • The Twilight Children (Gilbert Hernandez, Darwyn Cooke)
  • Survivors’ Club (Lauren Beukes, Dale Halvorsen, Ryan Kelly)
  • Clean Room (Gail Simone, Jon Davis-Hunt)
  • Art Ops (Shaun Simon, Michael Allred)
Twilight Children

Twilight Children

Em Twilight Children um estranho globo branco é avistado em uma caverna por um curioso grupo de crianças em uma vila da América Latina. Eles tocam o globo que explode e os deixa cegos, mas com alguns “poderes” paranormais. Enquanto isso uma misteriosa mulher aparece na vila, sendo perseguida depois por um cientista e dois agentes da CIA disfarçados. Trama no melhor estilo de Arquivo-X.

Survivors’ Club é uma homenagem aos filmes de horror dos anos oitenta, procurando responder a uma pergunta: “O que aconteceu com as vítimas dos filmes após os créditos subirem, caso fossem verdade os acontecimentos mostrados ali?” Essa foi a pergunta que Dale Halvorsen se fez ao assistir um desses filmes e ficar imaginando se elas combateriam outros monstros como aqueles mostrados nos filmes ou se elas se tornariam também um monstro.

Clean Room é um assustador thriller tendo por base uma poderosa e misteriosa organização que controla um culto de auto-ajuda nos EUA. Uma jornalista, Chloe Pierce, quer descobrir tudo por trás deste culto e revelar os segredos da líder, a carismática Astrid Muller. Entretanto Astrid consegue raptar Chloe e levá-la para um quarto hermeticamente selado e biologicamente limpo, onde cada um dos seus piores medos e segredos virão visitá-lo cada vez que entrar no Clean Room.

Art Ops é sobre arte e Homens de Preto. Como? Simples. As grande obras de arte do mundo tem vida e algumas delas as vezes tentam fugir de seus locais de origem. Para isso uma equipe de agentes secretos, chamada de Art Ops, procuram manter essas obras sobre controle e escondidas do grande público. As histórias são centradas em Reggie, um dos operativos da Art Ops, e suas missões.

Em Novembro chegaram:

  • Unfollow (Rob Williams, Mike Dowling)
  • Slash & Burn (Si Spencer, Max Dunbar, Ande Parks)
  • Red Thorn (David Baillie, Meghan Hetrick)
  • Jacked (Eric Kripke, John Higgins)
Unfollow.

Unfollow.

Unfollow de todas os novos títulos é o que já chega criando barulho, porque nem havia saído nas bancas e a rede de televisão americana ABC anunciou que irá adaptar a história para a TV. Unfollow explorara a ideia onde um bilionário da internet anuncia que está morrendo através de uma rede social criada por ele e que tem vários usuários. Ele planeja entregar sua fortuna para 140 pessoas aleatórias que fazem parte desta rede social, até que uma delas é encontrada morta e o pânico é instaurado entre os demais. Quem estará matando os herdeiros do bilionário? É um dos 140 querendo diminuir a competição? É alguém de fora, inconformado pela escolha dos 140?

Slash & Burn pode ser resumido como uma história sobre uma “mulher bombeira piromaníaca”. Rosheen Hayes é uma órfã, ex-piromaníaca, que se torna bombeira como uma maneira de reparar os erros do passado, e que agora precisa investigar uma série de acontecimentos misteriosos ligados a alguns incêndios que parecem ter relação com seu passado. Si Spencer, roteirista da série, conta que a ideia é fazer uma versão distorcida da realidade, pegando a esteira de sucesso de séries de TV como Breaking Bad ou True Detective.

Red Thorn.

Red Thorn.

Red Thorn é sobre os mitos e lendas da Escócia no mundo moderno dos dias atuais, usando um pouco da pegada de histórias como Fábulas e Sandman. Thorn é um poderoso semi-deus escocês que foi aprisionado de maneira mística por seu antigo amigo Belatucrados, o deus da guerra, porque Thorn liderou uma rebelião contra ele. Séculos se passam e Thorn se livra de sua prisão quando dois mortais, com estranhos poderes, acidentalmente o libertam. Thorn se vê agora em uma Glasgow moderna, onde os deuses estão mortos, mas seus descendentes humanos estão vivos, assim como várias outras criaturas dos mitos escoceses.

Jacked é uma série que faz a seguinte pergunta: O que aconteceria se nós fosses capazes de ter super-poderes? É isso que acontece com Josh Jaffe, um neurótico homem de família, enfrentando a crise da meia idade que decide comprar pela internet uma pílula que lhe daria mais foco em seus afazeres diários, mas para sua surpresa ela lhe dá super força e alguns outros poderes. Mas o custo disso tudo é que ele fica viciado na pílula. A partir daí a série explora como seria a vida real de um super herói.

Em Dezembro chegam:

  • Sheriff of Baghdad (Tom King, Mitch Gerads)
  • New Romancer (Peter Milligan, Brett Parson)
  • Lucifer (Holly Black, Lee Garbett)
  • Last Gang in Town (Simon Oliver, Rufus Dayglo)
Lucifer.

Lucifer.

Sheriff of Baghdad ainda nem saiu e já pode mudar o nome do título para Sheriff of Babylon, para evitar problemas diplomáticosA série conta a história de Chris, um policial que falhou em seguir uma pista que poderia ter evitado o 11/09. Como penitência ele se juntou ao exército para servir como policial na cidade de Bagdá, no Iraque. Um dos policiais que ele treinava acaba morto e Chris é obrigado a se juntar aos antigos policiais da guarda imperial de Saddam Hussein. Junto a tudo isso há Sofia, uma iraquiana que foi educada na América, e que voltou ao Iraque para combater o crime organizado na cidade que se espalha após a morte do antigo líder. A série é baseada na história real do roteirista Tom King, que trabalhou como analista da CIA durante a guerra do Iraque.

New Romancer é sobre uma programadora, Lexy, recém demitida de um emprego em uma empresa do Vale do Silício, nos EUA, que começa a produzir um app chamado “New Romancer”. Como uma sonhadora e romântica que não tem tido sorte em achar seu amor verdadeiro, ela decide criar este programa que ajudaria as pessoas a encontrar seu parceiro ideal online. Para isso ela começa a codificar o mais perfeito romântico da história: Lord Byron. Entretanto seu perfeito algorítimo trás Byron a vida, assim como uma galeria de outros amantes e românticos da história, como Casanova e Mata Hari, que trazidos a vida novamente querem agora explorar novas conquistas e amores.

Last Gang in Town é sobre uma gangue formada desde a década de 60 em Londres que atravessou décadas burlando o sistema e indo na direção contrária do que a sociedade estabelecia. Nos dias atuais a gangue percebe que o dinheiro de verdade está em Wall Street, e eles decidem se reunir novamente para dar o último grande golpe.

Lucifer de todos é o título que estou mais ansioso em ler. Até porque é raro a Vertigo retomar seus títulos depois de encerrados. Lúcifer, que começou nas páginas de Sandman, ganhou revista própria e se encerrou depois de 75 edições, mais alguns especiais, e agora retorna a pedidos. Na série, Lúcifer continua em seu bar, Lux, em Los Angeles, quando Deus é assassinado e Gabriel, o arcanjo, acusa Lúcifer de ser o responsável. Segundo Gabriel, Lúcifer tinha o motivo e a oportunidade, mas este se diz inocente e diz que pode provar sua inocência. Gabriel então faz um acordo com ele: caso ele acho o culpado e o traga em custódia a frente dos anjos, os pecados de Lúcifer serão esquecidos e ele poderá voltar a Cidade de Prata. A investigação de Lúcifer irá levá-lo as várias regiões da Terra e inclusive a outros reinos em busca do real assassino.

Bom galera, é isso. Quem quiser dar uma olhada no preview das novas séries (em inglês) cliquem AQUI.

Irei fazer um novo post sobre como podemos pegar as ideias dessas novas séries e usar em aventuras de RPG, desde one shots, até campanhas inteiras. Uma abraço e vamos torcer para que a Panini Comics, que tem os direitos da Vertigo no Brasil, tragam logo esses novos títulos.

2 pensamentos sobre “Os Novos Títulos Da Vertigo Que Chegaram Ao Mercado.

  1. A Vertigo não decepciona. Muito promissores estes títulos. Com certeza esta é a melhor linha para se tirar ganchos para aventuras de RPG.
    O título “The Twilight Children” parece com uma aventura pronta para o Invasão da Daemon Editora ou para o Conspiracy X da Eden Studios. Além do fato da história da HQ ser ambientada em uma cidade litorânea da América Latina, o que pode ser facilmente adaptado para o nosso Brasil.
    A “Red Thorn” poderia até ser, com alguns ajustes, uma quadrinização oficial do jogo Scion da White Wolf. Também rende ótimas ideias para este RPG, que em breve terá sua nova edição lançada, e eu já estou rezando para que seja lançado no Brasil.

    Muito boa suas postagens sobre quadrinhos, e a relação dos mesmos com o RPG, André. Confesso que não tinha ouvido falar de alguns destes títulos da Vertigo antes de visitar o seu blog. Valeu!

    • Eu que agradeço a visita ao site e os comentários, Daniel.
      Pra mim, Vertigo é a melhor linha de quadrinhos adultos. Sempre com títulos inovadores e histórias envolventes. Semana que vem posto algumas ideias aqui no blog. Um abração!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s