Minis De “Contos Urbanos” Entram Em Financiamento.

10644279_810700485658858_4061118986594508693_o

Por Gustavo Tenório.

ze

Jhonny ou Zé do Caixão?

Uma iniciativa muito interessante da empresa Spectoys entrou em financiamento coletivo pela plataforma Kickante – a série de miniaturas “Contos Urbanos”. São cinco figuras representando ícones de mitos e lendas nacionais: Cabra Cabriola, Mapinguari, Loira do Banheiro, ET de Varginha e Palhaço da Kombi. Todas tem a escala entre 32 a 35 mm (com tamanho compatível com jogos como Zombicide e A Touch of Evil), são produzidas em resina plástica e tem alto grau de detalhamento nas esculturas.

A meta inicial da Spectoys é atingir o valor de 15 mil reais para financiar o projeto e o prazo estabelecido foi o de 60 dias. Quando o valor mínimo foi alcançado, novas miniaturas serão liberadas para os participantes sem custo adicional, para cada três mil reais extras ao montante. Na página de Contos Urbanos já foram apresentadas as imagens da meta de R$ 18.000 – Jhonny / Zé do Caixão; e R$ 21.000 – Baiacu-Sereia.

Os valores de financiamento são atrativos e por 100 reais de investimento é possível levar todas as cinco miniaturas além dos extras liberados durante o financiamento. Ao final dos 60 dias será calculado o valor do frete. A previsão de entrega das figuras é final de agosto / início de setembro de 2015.

Os Monstros da Série 1:

O pessoal da Spectoys não brincou em serviço. Foram escolhidos para esta primeira série, seres mitológicos bem representativos de várias regiões brasileiras (que podem servir para jogos de tabuleiro ou em aventuras de RPG). Até o Espírito Santo ganhou uma homenagem nas figuras de terror com a Baiacu-Sereia. Vamos aos “homenageados”:

Cabra Cabriola

A lenda conta que a Cabra Cabriola era um animal monstruoso alimentado com carne humana, que foi sacrificada e depois revivida por rituais de magia negra e começou a andar em 2 pernas. Agora ela invade casas soltando o som peculiar da cabra e quando o morador se aproxima para verificar é pego por ela. Os antigos diziam que, quando uma criança começa a chorar de repente, significa que a Cabra Cabriola está fazendo outra vítima. Quando isso acontece é bom começar a rezar.

Palhaço da Kombi

A lenda conta de uma Kombi que geralmente parava em locais onde houvesse grande trânsito de crianças, para distribuir doces, salgadinhos e fazer brincadeiras. Porém, o objetivo dos palhaços era atrair essas crianças. Dizem que o Palhaço é um morto-vivo que, ao retirar sua maquiagem, mostra-se um verdadeiro zumbi e estaria a serviço de entidades ocultas e em busca de capturar almas puras.

ET de Varginha

Moradoras da cidade de Varginha, Minas Gerais, testemunharam que ao passar próximo a um terreno baldio no bairro Jardim Andere, avistaram uma criatura ou ser de singular aspecto humanóide ou antropóide, com características físicas marcantes e excêntricas, entre elas pele de cor marrom, de aparência viscosa ou oleosa, magro, com olhos grandes e de cor vermelha e três protuberâncias na parte superior da sua grande cabeça.

Mapinguari

Segundo algumas fontes, o Mapinguari teria uma boca que se abriria de forma vertical. Caçadores indígenas embrenhados nas densas selvas temiam o Mapinguari e não se aventuravam em territórios habitados por estes monstros. De acordo com a lenda, a criatura seria carnívora e se alimentaria de humanos que conseguisse apanhar nas caçadas noturnas em tribos indígenas.

Loira do Banheiro

A lenda conta que uma menina loira, muito bonita, vivia matando aula na escola, ficando dentro do banheiro, fumando e usando drogas. Por conta de seu vício foi definhando. Um dia, durante essas escapadas, entrou em overdose, como sua mãe considerava uma ovelha negra, não sepultou o corpo. Desde esse dia, os banheiros de escolas são assombrados pelo espírito de uma loira. No entanto quando ela é vista, vai perseguir a vitima até que essa pessoa se junte a ela no outro lado.

Jhonny

baiacu-sereia_0

Baiacu-Sereia. Mito capixaba entre as minis.

Ex-sacerdote que foi expulso da igreja por desviar seu caminho para o estudo da alquimia e magia negra, a fim de encontrar e capturar criaturas sobrenaturais, ele está sempre disposto a matar quem cruzar o seu caminho nessa busca.

Baiacu Sereia

Numa noite de lua cheia no litoral do Espírito Santo um pescador avistou a boiar calmamente sobre as águas, em direção à praia o que parecia ser uma mulher, nua da cintura pra cima. O pescador, no areal, ficou deslumbrado com tão rara visão. Espantado e curioso, aproximou-se para averiguar e a criatura, que o agarrou e o levou para as profundezas. Esse mito foi apresentado pela primeira vez para o grande público no premiado filme de terror B, “Mangue Negro“, totalmente filmado no Espírito Santo.

Para saber mais sobre “Contos Urbanos” e, principalmente, apoiar esta ideia fantástica de representação dos mitos e lendas nacionais, basta clicar AQUI.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s