O Homem de Aço.

2469181-man_of_steel

O Homem de Aço.

 

Por Michael “Myers” Pratti.

O HOMEM DE AÇO
Man of Steel

★★★★

EUA / Reino Unido, 2013

Direção: Zack Snyder
Roteiro: David S. Goyer. Baseado na obra de Joe Shuster e Jerry Siegel.

Elenco: Henry Cavill, Amy Adams, Michael Shannon, Kevin Costner, Diane Lane, Laurence Fishburne, Russell Crowe, Richard Schiff, Harry J. Lennix, Antje Traue, Christopher Meloni, Carla Gugino

images (7)

Henry Cavill no papel de Superman.

Superman foi criado em meio à Grande Depressão estadunidense por dois judeus (Jerry Siegel e Joe Shuster). Sua primeira aparição (Action Comics #1) e se tornou o primeiro grande personagem da Era de Ouro dos Quadrinhos. A história básica da origem do personagem dá-se pelo envio do bebê Kal-El por seu pai biológico Jor-El do planeta Krypton, irradiado por um sol vermelho, ao planeta Terra, após descoberta que seu mundo está condenado (qualquer semelhança com Moisés não é mera coincidência). Criado em Smallville no Kansas, por um casal de fazendeiros, Jonathan e Martha Kent, a criança recebe o nome de Clark Kent e cresce como um garoto comum. Mas com o tempo, o jovem Clark consegue habilidades sobre-humanas devido à radiação do Sol Amarelo, se tornando o maior e mais poderoso super-herói do planeta.

Superman teve uma cultuada série televisiva na década de 40 que rendeu um ótimo filme estrelado por Ben Affleck (Hollywoodland) contando a história do ator que o interpretava. No cinema o personagem teve uma vida conturbada com duas excelentes adaptações estrelada por Christopher Reeve (eterno Super Homem) e outras duas lamentáveis com o mesmo Reeve, além da “homenagem” Superman o Retorno, dirigida por Bryan Singer (X-Men) que a maioria dos fãs criticou. Eis então que surge “O Homem de Aço, do diretor Zack Snyder (300 e Watchmen) que traz esta versão “cristã” do maior herói de todos, num projeto de remodelagem, pela DC/Warner, dos personagens da DC para as telonas, devido ao enorme sucesso da trilogia Batman de Christopher Nolan, trazendo “esperança” para a franquia. E o roteiro fica por conta do próprio Nolan e David S. Goyer, que trabalharam juntos em Batman Begins e O Cavaleiro das Trevas.

A premissa traz Krypton (muito bem retratada) em seus últimos dias. Em meio à rebelião liderada pelo General Zod (Michael Shannon), Jor-El (Russel Crowe, ótimo) envia seu filho ao planeta. Já na Terra, Clark Kent (Henry Cavill) tenta achar seu lugar no mundo em meio a uma peregrinação e ensinamento de sua família adotiva. Então nosso herói se vê obrigado a se entregar. Trazendo no peito o símbolo da eSperança, O Homem de Aço deve se preparar para o pior.

man-of-steel-review-best-comic-book-movie-ever

Superman.

Além das incríveis cenas de batalha que ocorrem no filme nos presenteando com um espetáculo visual, O Homem de Aço traz três pontos fortíssimos: A trilha de Hanz Zimmer, que conduz os espectadores com uma trilha épica e que enriquece os personagens, a dramaticidade envolvendo todo o primeiro ato com família adotiva onde Diane Lane (Martha Kent) e principalmente com Kevin Costner (Jonathan Kent) com cenas emocionantes e o dilema de um alienígena viver entre os humanos, contadas através de flashbacks. E Zod, Michael Shannon (indicado ao Oscar em Foi Apenas um Sonho) vem mostrando seu talento como no excelente O Abrigo, já faz algum tempo. Em O Homem de Aço, Shannon constrói um convincente Zod que existe para Kripton e não medirá esforços para o bem maior de seu planeta e povo. Ele terá a ajuda de seus soldados, entre eles Faora-Ul (Antje Traue), ótima surpresa.

O ponto fraco fica por conta do segundo ato. Apesar do ótimo elenco de apoio (Lawrence Fishburne, Harry Lennix e Christopher Meloni), Snyder tem pouco tempo (merecia pelo menos 180 minutos) para contar a história dos personagens secundários apesar de Amy Adams (duas vezes indicada ao Oscar) fazer bonito e ser conduzida uma Lois Lane obstinada, que aqui além de affair do Herói, é fundamental para a trama. A história poderia simplesmente ser narrada como Um Deus na Terra que foi enviado por seu pai que o conduz para salvar a humanidade (na cena onde ele é figuradamente crucificado). Nesta jornada, após receber inúmeros conselhos de seu pai adotivo e sua santa mãe, em que ele se apóia com toda a novidade de sua verdadeira origem, ele reaparece aos 33 anos de idade após peregrinação e enfrentará o mal, agora na Terra depois de caído de seu planeta e que tentará persuadi-lo e levá-lo a não cumprir seu propósito, mas para isso ele precisa “se entregar” para as autoridades. Renasce assim o grande salvador da humanidade. Com esta trama remodelada, nós nos preparamos para um futuro promissor com os personagens da DC. O campo já foi preparado para receber o Batman que será interpretado por Affleck (que enfrentará mais uma vez a sombra do homem de aço) em meio aos destroços deixado pela batalha premeditadamente catastrófica entre Superman e Zod. Seja bem vindo ao Planeta Superman. Será?

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s