Jogando “Vampiro: A Máscara” Com Personagens Diferentes.

No próximo dia 09/11/13 estará acontecendo em Vitória/ES mais uma edição do “RPG na Ilha“, encontro de jogadores de RPG, Board e Card Games que acontece de dois em dois meses na capital capixaba. Comecei então a me preparar para mestrar duas aventuras no evento, uma pela parte da manhã e outra pela parte da tarde. A aventura pela manhã foi fácil de decidir: “Wicked Heroes” de John Wick. Digo que foi fácil porque a temática de super-heróis sempre atrai público e porque recentemente eu li “Irremediável” de Mark Waid onde o mundo é composto de heróis que não são tão heróis assim, bem no estilo do jogo de Wick.

Mas para a segunda aventura fiquei um pouco indeciso. Tinha várias opções em mente, desde RPGs antigos quanto novos, como Call of Cthulhu, Witchcraft, Dust Devils, Este Corpo Mortal e Savage Worlds. Entretanto essa semana baixei a edição número 1 da revista “Day Men” da Boom! Studios e acabei tendo outra ideia. Essa pequena empresa do ramo de quadrinhos foi fundada em 2005 por Ross Richie e Andrew Cosby ambos mais conhecidos por seus trabalhos em séries de TV e adaptações de HQs para o cinema. Talvez por isso duas de suas revistas foram parar no cinema: “2 Guns“, que sairá em breve no Brasil com Denzel WashingtonMark Wahlberg nos papéis principais, e “Day Men” que está em fase de pré-produção.

BOOM_DAYMEN_001v1_B (1)

David Reid, um Day Man.

Mas sobre o que é “Day Men”? Ele conta a história de que o mundo é dominado atrás dos panos por 50 famílias de vampiros, que controlam a política, a economia, o crime organizado, etc. Cada família procura estender sua influência sobre uma dessas áreas que seja de seu interesse. Entretanto os vampiros só podem agir a noite, quando boa parte do mundo dorme, e durante o dia eles estão indefesos contra seus inimigos, sejam humanos ou outros vampiros. É aí que surgem os “Day Men”, homens e mulheres treinados através de longas gerações de serviçais que protegem os vampiros durante o dia e fazem pequenas tarefas para eles enquanto os chupadores de sangue estão dormindo.  A HQ é centrada em David Reid, um “Day Man” que trabalha para a família Virgo. Logo na revista #1 vemos um problema envolvendo um dos vampiros dessa família que dá início a uma guerra contra a família Ramsés. Espero ansioso para baixar a #2.

Com essa premissa na cabeça pensei então em fazer uma aventura de “Vampiro: A Máscara” um pouco diferente do que habitualmente os jogadores estão acostumados. Dessa vez ao invés de jogar como vampiros os jogadores jogariam como os carniçais que protegem os vampiros de seus inimigos, colocando os jogadores em uma posição diferente do que estão acostumados, já que apesar de terem alguns poderes vampíricos eles não são vampiros, o que torna o desafio bem mais interessante. Decidido sobre o sistema e sobre o papel que os jogadores irão assumir pensei na história e decidi adaptar uma aventura que veio publicada no “Storytellers Handbook of Sabbat“. Nesta aventura os jogadores pertencem a uma das quatro famílias de carniçais que servem aos vampiros e será ordenado pelo Bispo de sua cidade que eles viajem até Birmingham, no Alabama, para recuperar um DVD que contém relatos sobre as fraquezas da Camarilla na cidade, apontando prováveis vampiros ligados aos anarquistas e outros propensos a trocar de lado. Esse DVD contém também informações sobre os negócios da Camarilla na cidade e os humanos que trabalham para eles. Esse DVD foi feito por um vampiro do Sabbat que estava infiltrado na Camarilla, mas que está desaparecido. Ninguém sabe o que aconteceu com ele nem o paradeiro do DVD. O bispo que os enviará prefere que essa missão seja feita por carniçais porque chamará menos a atenção dos vampiros, que já devem estar alertas sobre o Sabbat.

Dito isso só falta então explicar um pouco sobre as famílias de carniçais existentes e suas características, o que farei abaixo:

O nome correto para estas criaturas é Revenant. Os Revenants são famílias de carniçais que vem através dos séculos casando com membros de sua própria família fazendo com que o sangue dos vampiros não seja mais necessário para ativar suas Disciplinas, criando naturalmente um vitae que os sustenta dessa forma e permite que tenham vidas mais longas do que o normal. Entretanto não são imortais como os vampiros, sendo para isto ainda necessário beber o sangue de seus mestres. Os Revenants foram criados há muitos séculos atrás pelos Tzimisce que usavam nobres feudais como protetores e servos. Esses nobres viam muitas vantagens em servir aos Tzimisce, como riqueza, poder local, controle de vastos territórios na Europa Oriental, além dos Tzimisce providenciarem proteção nas batalhas nos quais eles se envolviam. O fato de beber sangue dos vampiros lhes davam oportunidade de prolongar suas vidas, fazendo valer a pena para eles a absoluta lealdade e fidelidade a seus mestres.

Após a revolta anarquista e a formação do Sabbat as famílias sobreviventes da guerra se dividiram em quem deveriam seguir. Algumas proclamaram independência, outras passaram a servir o Inconnu e alguns poucos preferiram o Sabbat. Os restantes foram destruídos pelo Sabbat, pela Camarilla e por Caçadores. Uma das famílias, os Ducheski, parecem ter preferido servir aos Tremere e por isso são alvo da fúria dos Tzimisce até os dias de hoje. Acredita-se também que os Assamitas e os Giovanni tenham suas famílias de Carniçais a seus serviços.

Atualmente existem quatro famílias servindo ao Sabbat: Os Bratovitches, os Grimaldis, os Obertuses e os Zantosas. Existem ainda três outras famílias: Os Enrathi, os Marijava e os Rafastio que servem exclusivamente a Black Hand do Sabbat. Na aventura usaremos apenas as famílias de Revenants do Sabbat, então vamos conhecer um pouco mais sobre elas:

BRATOVITCHES: São a mais bizarra e inumana das famílias. São apelidados de “Monstros” devido ao amor que possuem em matar, torturar e se auto-mutilar. Sempre diletantes os Bratovitches enviam suas crianças para escolas públicas como crianças normais, mas em casa ensinam a seus filhos sobre toxicologia, adestramento de animais, tortura e outras perícias uteis para a família. Eles sempre se vestem de preto e são os responsáveis por treinar lobos, cachorros e cuidar dos canis, que são usados para proteger seus mestres. Possuem como disciplinas da família Animalismo, Potência e Vicissitude.  Possuem como fraqueza o fato de entrarem em frenesi como os Brujah.

GRIMALDIS:  A mais importante de todas as famílias de Revenants os Grimaldi vivem entre os mortais, servindo aos seus mestres como espiões e recrutadores. Vários Grimaldis estão infiltrados na Igreja, observando e passando informações sobre a Inquisição. Eles são responsáveis por manter a Máscara para o Sabbat e por isso seus contatos com o mundo mortal são grandes. Boa parte da mídia nas cidades controladas pelo Sabbat estão nas mãos dos Grimaldis, que também são mestres na chantagem e suborno. São muito bem organizados e ricos, sendo os únicos que se relacionam e casam com outros mortais. Seus filhos são enviados para as melhores escolas e recebem a melhor educação possível. Como disciplinas possuem Celeridade, Dominação e Potência e todos possuem Laços de Sangue com os Bispos e Arquibispos do Sabbat. Isso acontece para evitar que se tornem uma ameça devido a interação que possuem com a sociedade humana.

OBERTUS: Os Obertus são muito reservados, vivendo em pequenas comunidades. Eles são estudiosos dos segredos e procuram as verdades escondidas em livros de ocultismos. Os maiores estudiosos do mundo vampírico são da família Obertus. Eles tem gasto séculos de estudo e leitura, se aprofundando na história da humanidade. Seus filhos não vão para a escola, aprendendo tudo o que precisam em casa entre os membros da própria família. Eles são responsáveis por encontrar informações e conhecimentos que sejam valiosos para o Sabbat. Suas disciplinas são Auspícios, Ofuscação e Vicissitude. Como fraqueza eles possuem obsessão por algum aspecto que envolva sua vida.

ZANTOSAS: Responsáveis por providenciar locais seguros e servir como protetores dos membros que estiverem em viagem. Os Zantosas uma vez já foram uma grande família de nobres que serviam como olhos e ouvidos para os Tzimisce nas cortes europeias. Hoje em dia são os responsáveis também por manter em segredo e proteger o local onde estão os Antidiluvianos Tzimisce. Eles são bem modernos, usando toda a comodidade e benefícios da tecnologia mais avançada. Vivem em grandes mansões e seus filhos frequentam boas escolas. Seus negócios pessoais envolvem as vezes atividades ilegais, como jogo, prostituição e drogas. Como Disciplinas possuem Auspícios, Presença e Vicissitude, e como fraqueza possuem uma dependência a prazeres e ao vício. Precisam fazer um teste de Força de Vontade contra uma dificuldade baseada na intensidade do prazer para resistir a tentação de experimentá-lo.

Existem quatro tipos de Revenants que podem ser construídos como personagens: Jovem, Velho, Ancião e Antigo. Vejamos suas pontuações.

JOVEM REVENANT

Idade: 15 a 50

Atributos: 7/5/3

Habilidades: 13/9/5

Disciplinas: 3

Background: 7

Virtudes: 8

Freebie Points: 15

VELHO REVENANT

Idade: 50 a 150

Atributos: 9/6/4

Habilidades: 17/9/7

Disciplinas: 5

Background: 9

Virtudes: 7

Freebie Points: 15

ANCIÃO REVENANT

Idade: 150 a 400

Atributos: 10/7/5

Habilidades: 20/12/8

Disciplinas: 7

Background: 12

Virtudes: 6

Freebie Points: 15

ANTIGO REVENANT

Idade: 400 a 750

Atributos: 9/6/4

Habilidades: 25/12/8

Disciplinas: 10

Background: 13

Virtudes: 6

Freebie Points: 15

Revenants podem ter Merits e Flaws disponíveis para vampiros com a permissão do Narrador, assim como os disponíveis em Caçadores Caçados para mortais. Vontade de Ferro é uma vantagem de 4 pontos para Revenants e eles não podem ter Numina e Fé Verdadeira.

Espero que tenham gostado da minha ideia de aventura. Em breve colocarei mais detalhes da aventura assim como a ficha dos personagens que já levarei prontos para agilizar na hora do encontro. Prometo também fazer um reporte da aventura com fotos. Quem quiser sinta-se a vontade em comentar abaixo, podendo também dar sugestões. Um abraço a todos.

Anúncios

7 pensamentos sobre “Jogando “Vampiro: A Máscara” Com Personagens Diferentes.

    • Os livros do Sabbat contém muito mais coisas interessantes do que os da Camarilla. Achei muito legal essa história das famílias de Carniçais e não ia desperdiçar a oportunidade de usá-la depois que li “Day Men”. Uma vaga é sua. Vou te fazer um Grimaldi que controla a mídia, pq vai ficar bem parecido com vc. 😛

  1. André, muito bom mesmo!
    Deu muita vontade de jogar algo no estilo. Pena que tenho várias coisas na fila.
    Kkkkk…
    Mais um excelente post.
    Grande abraço e até a próxima!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s