Inspiração para Aventuras de Cthulhu.

Por Gustavo Tenório.

Os Guardiões interessados em mestrar suas campanhas de Call of Cthulhu ou Rastro de Cthulhu ambientadas no século XIX contam com poucos, mas excelentes, suplementos cobrindo o período histórico. Um deles, que receberá uma resenha em breve, é Cthulhu Gaslight (ou “Ctlhulhu sob a luz de um lampião” em tradução livre), um dos melhores suplementos lançados para Call of Cthulhu.

Para ajudar a entrar no clima e auxiliar na criação de histórias de mistério e horror para os jogadores, seguem três sugestões de livros para os mestres que querem saber mais sobre o século XIX. Mesmo que não apresentem um acréscimo ao conhecimento dos Mythos, darão ideias aos Guardiães na variação de temas para as investigações.

Sherlock Holmes – Edição Definitiva (Editora Zahar), Comentada e Ilustrada é o guia definitivo sobre o detetive mais famoso da História. A série, que tem nove volumes, republica todos os contos e aventuras publicadas por Arthur Conan Doyle, lançadas de acordo com sua data de publicação. Neste primeiro livro, além dos 12 primeiros textos com Sherlock e seu amigo Watson, o autor relata os fatos marcantes da Era Vitoriana, as inspirações de Conan Doyle para a criação de seu personagem mais famoso e centenas de notas que complementam as histórias e auxiliam na imersão dos leitores na ambientação do final do século XIX. Mesmo sendo um livro de ficção, o material extra trata de acontecimentos reais.

Contos de Horror do séc. XIX (Editora Companhia das Letras) traz uma coletânea de 22 histórias escritas por famosos como Jules Verne, Edgar Allan Poe, Guy de Maupassant e Bram Stoker. Para cada texto, uma introdução contextualizando e acrescentando algumas informações ao que foi escrito. Como são curtos e detalhados como um roteiro de cinema, servem para adaptações em aventuras rápidas.

Contos Maravilhosos Infantis e Domésticos (Editora CosacNaify) é o resultado do trabalho de coletânea dos “contos de fadas” por parte dos Irmão Grimm. O que destaca este livro dos demais é a reprodução das histórias como elas foram contadas pelos alemães durante a Idade Média e Moderna. Esqueçam os finais felizes. Aqui, são encontradas estórias de canibalismo, tortura, violência sexual, mortes violentas, embaladas em “ensinamentos” para o público infantil. Cada conto tem no máximo cinco páginas, mas retrata os padrões morais do início do século XIX. Este livro (em dois volumes) foi inspiração para a abordagem séria por parte dos autores de Fábulas, premiado título da Vertigo (DC Comics).

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s